Professor Ulysses de Mendonça Braga “foi gente do bem”

Texto de Nelson Braga originalmente escrito para a comemoração do centenário de Ulysses de Mendonça Braga

Ulysses de Mendonça Braga nasceu na freguesia do Senhor Bom Jesus, cidade de Matriz do Camaragibe
Ulysses Braga formou-se Bacharel pela Faculdade de Direito do Recife em 1935, quando trabalhou como jornalista no Diário de Pernambuco

Ulysses Braga formou-se Bacharel pela Faculdade de Direito do Recife em 1935, quando trabalhou como jornalista no Diário de Pernambuco

Nelson Braga

No dia 19 de fevereiro de 1912, na freguesia do Senhor Bom Jesus, cidade de Matriz do Camaragibe, região norte de Alagoas, nascia Ulysses de Mendonça Braga Júnior. Segundo filho de uma tradicional família de moradores do Vale do Camaragibe, com seu pai Ulysses de Mendonça Braga, sua mãe Maria Luíza Simões Braga e seus irmãos Benício, Francisco, Edson, Consuelo e Osvaldo.

Ainda adolescente deixou a casa natal para morar em Maceió e concluir seus estudos fundamentais. Transferiu-se para Pernambuco onde se formou Bacharel pela Faculdade de Direito do Recife em 1935. Neste período tomou gosto pelo jornalismo trabalhando no Diário de Pernambuco.

Voltou para Maceió e foi Redator do Jornal de Alagoas e articulista da Gazeta de Alagoas. Nos anos 50 participou da política alagoana assumindo a Secretaria do Interior e de Segurança Pública do Governo de Arnon de Melo. Quando da implantação da Caixa Econômica Federal em Alagoas, foi nomeado seu procurador. Flertando com as finanças fundou com outros empresários o Banco Agromercantil de Alagoas.

Ulysses Braga foi jornalista e empresário, foi banqueiro e advogado, funcionário público e professor

Ulysses Braga foi jornalista e empresário, banqueiro, advogado, funcionário público e professor

Em 1956 defendeu tese no concurso para Catedrático de Direito Civil da Faculdade de Direito de Alagoas expondo o tema: Do Contrato Preliminar – Especialmente na Promessa de Compra e Venda de Imóveis, publicado em 1958 pela Imprensa Oficial. Fez-se Doutor em Direito pela Universidade de Coimbra em Portugal, e publicou outras obras: As Leis de Inquilinato e a Intervenção do Estado na Liberdade de Contratar (Conferência Pronunciada no Aniversário de Fundação da Faculdade de Direito de Alagoas); O Papel do Jurista na Crise de Nossos Dias (Oração de Paraninfo da Turma de Bacharéis da Faculdade de Direito de Alagoas, proferida em 08 de Dezembro de 1955 no Teatro Deodoro); Tavares Bastos e o Nosso Tempo, in Tavares Bastos Visto por Alagoanos, coordenação Moacir Sant’Ana, publicado também no Jornal de Alagoas de 31 de Maio de 1955.

Foi casado com Creusa Fontes Braga com quem teve três filhos: Guilherme, Ricardo e Luiz Felipe. Viúvo, casou-se novamente com Maria Thereza Wucherer Braga que lhe deu mais um filho, Nelson.

Ulysses Braga foi jornalista e empresário, foi banqueiro e advogado, funcionário público e professor. Ralou muito e foi feliz ainda mais. Amou algumas mulheres, fez grandes amigos e com desafetos brigou. Teve vitórias e teve derrotas. Foi alagoano e brasileiro. Foi gente do bem!

Nos deixou em 1979 aos 67 anos.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*