Primeiro Congresso Episcopal Provincial da Ação Católica em Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió aconteceu de 11 a 15 de novembro de 1945
Dom Ranulpho da Silva Farias na Sala do Trono do Palácio Arquiepiscopal recebendo participantes de um Círculo Operário

Dom Ranulpho da Silva Farias na Sala do Trono do Palácio Arquiepiscopal recebendo participantes de um Círculo Operário. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

A experiência da igreja com Ação Católica surge na Itália na década de 1920, quando eram organizados círculos e semanas de estudos voltados para a formação na ação e pela ação, seguindo o método VER, JULGAR e AGIR, concebido pelo sacerdote belga Joseph Cardijin.

No Brasil, antes do Episcopado Nacional ter aprovado os Estatutos Gerais, em junho de 1935, e deflagrando oficialmente a organização da Ação Católica, já existiam núcleos de militantes cristãos atuando a partir de organizações específicas nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Minas Gerais, Ceará e Rio de Janeiro.

Em Alagoas, somente em 1935, com o arcebispo D. Santino Coutinho, é que as determinações do Episcopado Nacional foram divulgadas. As primeiras iniciativas só foram adotadas em fevereiro de 1940, quando Dom Ranulpho da Silva Farias nomeia o padre Adelmo Cavalcante Machado para 1º Assistente Eclesiástico e o encarrega de organizar a Ação Católica.

O então padre Adelmo Cavalcante Machado foi nomeado 1º Assistente Eclesiástico e o encarregado de organizar a Ação Católica em Maceió

O então padre Adelmo Cavalcante Machado foi nomeado 1º Assistente Eclesiástico e encarregado de organizar a Ação Católica em Maceió. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Três meses após, em maio de 1940, o padre Antônio Monteiro funda o Círculo Operário Católico na paróquia de Jaraguá. A instalação do Círculo aconteceu no Teatro Deodoro durante as comemorações do 1º de maio, Dia do Trabalho.

Em outubro de 1940, com a instalação oficial da Ação Católica em Alagoas, a atriz Linda Mascarenhas adere a Ação Católica e é a sua primeira presidente.

Somente em março de 1942 é que se tem novos registros sobre a Ação Católica em Maceió. Padre Teófanes de Araújo Barros é nomeado assistente eclesial dos Homens de Ação Católica (HAC) e padre Assunção assume a Assistência Eclesial Auxiliar da Juventude Feminina Católica.

A Juventude Masculina Católica foi formada em maio de 1943, com a instalação da Juventude Estudantil Católica (JEC) de São Luiz Gonzaga que foi formada por alunos do Colégio Estadual de Alagoas. Tinha a assistência do padre João de Barros Pinho.

Ainda em 1943, a Juventude Operária Católica (JOC) aparece atuando fortemente no bairro fabril do Bom Parto, com a inauguração da sua sede e da Escola N. Sra. de Fátima, cujo prédio foi cedido à JOC pela Fábrica Alexandria.

Em junho de 1943 foi realizada a 1ª Semana de Ação Católica e em agosto, no dia 12, é criado o Secretariado das Cruzadas Eucarísticas.

Os investimentos da igreja  em Ação Católica continuam no ano seguinte. Em junho é realizada a 2ª Semana de Ação Católica e é iniciado um programa de cursos intensivos voltados para os diversos segmentos da organização.

Em 1945, a Estatística Geral da Arquidiocese registrava três organizações da Ação Católica: Os Homens de Ação Católica (HAC), presidido por Honorato Sá e com a assistência eclesiástica do cônego Teófanes de Araújo Barros; Juventude Católica Brasileira (JCB), com assistência do padre João de Barros Pinho e a Juventude Feminina Católica (JFC), assistida pelo monsenhor Adelmo Machado. A presidência era de Nieta Souza e a vice assistência era realizada pelo padre Antônio Assunção de Araújo.

Primeiro Congresso

Abertura do Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió com procissão saindo da Catedral

Abertura do Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió com procissão saindo da Catedral. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

A primeira notícia sobre o Congresso é publicada no jornal O Semeador de 17 de novembro de 1944 e se refere ao evento como “o nosso Congresso Eucarístico Arquidiocesano”, sem menção à Ação Católica. Tinha como objetivo a comemoração do jubileu episcopal do arcebispado, 25º aniversário da criação da Província Eclesiástica. No texto, também consta a informação que o Congresso terá o apoio do interventor Ismar de Góis Monteiro e que reunirá participantes da Diocese de Penedo e de Aracaju.

Entretanto, no dia 27 de dezembro do mesmo ano, uma portaria da Arquidiocese anuncia a realização do “Congresso Eucarístico de ‘Ação Católica’ Provincial de Maceió” para novembro de 1945, e nomeia a Comissão Central encarregada de nomear as subcomissões e a Comissão Organizadora.

A Comissão Central ficou assim constituída: presidente, monsenhor Adelmo Cavalcante Machado; primeiro vice-presidente, monsenhor Antônio José de Cerqueira Valente; segundo vice-presidente, cônego Cícero Teixeira de Vasconcelos; secretário geral, cônego João Batista Vanderlei; tesoureiro, cônego Luis Carlos de Oliveira Barbosa; e secretário das sessões, padre Hélio Lessa Souza. A Comissão tinha ainda dois conselheiros: monsenhor Antônio Tobias da Costa e o cônego Fernando Alves Lira.

Preparação espiritual

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

O Mandamento que a igreja fez circular sobre o Congresso, definia que a preparação teria início no dia 8 de abril de 1945, domingo de Páscoa, e se estenderia até o dia 4 de novembro. Alertava que o êxito do Congresso dependeria da preparação do espírito dos congressistas. “As solenidades dos dias do Congresso deverão ser apenas a manifestação espontânea de entusiástica do calor da fé interior, da pureza da alma, já vivificada nas práticas anteriores da piedade cristã”.

Demonstrando um alto nível de organização, a arquidiocese planejou e divulgou um programa de preparação com 10 artigos.

I – Difusão da oração oficial do congresso; II – Adoração do SS. Sacramento na Catedral e Matrizes no segundo domingo de cada mês; III – Exposição do SS. Sacramento durante o dia inteiro nas igrejas ou capelas da capital em dias fixados; IV –  Pregação no primeiro domingo de cada mês de um assunto escolhido pela comissão de preparação; V – Canto e difusão do hino oficial do Congresso; VI – Missões eucarísticas nas 24 paróquias da arquidiocese; VII – Congresso Eucarístico de Ação Católica Paroquial de União dos Palmares a ser realizado nos primeiros dias de outubro; VIII – Tríduos eucarísticos nas igrejas, matrizes e capelas; IX – Adesão ao ramalhete espiritual do Congresso a partir de 31 de maio e até 4 de novembro, “Dia da Oração pelo Congresso”; e X – Celebrar o “Dia da Oração pelo Congresso” na Catedral, Matrizes, igrejas e capelas.

Hino do Congresso

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió reuniu-se na Praça da Faculdade. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió reuniu-se na Praça da Faculdade. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

O hino do primeiro Congresso Eucarístico de Ação Católica Provincial de Maceió teve a letra escrita pelo Dr. Ezequias da Rocha e a música composta pelo padre João Batista Lehmamm, do Rio de Janeiro, que já tinha composto várias músicas de hinos de outros congressos de Ação Católica.

Estribilho:

Por seu Deus e o Torrão Brasileiro
Mostra sempre Alagoas quem é:
Do Brasil indomável guerreiro,
Invencível soldado da Fé.

I

Alagoas, feliz, se engalana
De alegrias, de flores, de luz,
E dedica estas festas, ufana,
Ao seu rei, o Divino Jesus.

Escudo do Primeiro Congresso de Ação Católica. Fonte acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Escudo do Primeiro Congresso de Ação Católica. Fonte acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

II

E Sergipe, leal, valoroso,
Sempre a Deus e ao Brasil devotado,
Seu tributo de fé, pressuroso,
Vem trazer ao Congresso Sagrado.

III

Hóstia Santa, prodígio sem par,
Das celestes alturas descida,
Sê para sempre Divino Manjar,
Nosso pão, nossa luz, nossa vida.

IV

E derrama os imensos tesouros
Dos teus dons de consolo e de paz,
Sobre nós, sobre os nossos vindouros,
Sobre toda esta terra feraz.

V

Paulo Afonso, bem alto rebrama,
Enche os céus de inaudito fragor,
E por entre as estrelas proclama
Nossa crença imortal no Senhor.

O Congresso aconteceu de 11 a 15 de novembro na Praça da Faculdade e foi aberto com uma procissão que teve início na Catedral e percorreu as ruas de Maceió até o Prado.

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió

Primeiro Congresso Eucarístico Provincial de Ação Católica em Maceió. Foto do acervo da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Maceió

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*