Praça Emílio de Maya, a praça do Cine Ideal

Praça Emílio de Maya nos anos 40
Praça Emílio de Maya nos anos 40

Praça Emílio de Maya nos anos 40

O espaço urbano que veio a receber a denominação de Praça Emílio de Maya, uma homenagem ao atalaiense dr. Emílio Elizeu de Maya, teve seu primeiro projeto urbanístico inaugurado em 1914, ainda como Praça Pedro Paulino.

No final dos anos 30, quando Maceió era administrada pelo prefeito Eustáquio Gomes de Melo, a área recebeu novos investimentos com a conclusão do Mercado Público em 1939 e o paisagismo da praça, que também era conhecida, por algum tempo, como Praça do Ideal.

Era uma referência ao Cinema Ideal, que ficava na Rua 16 de Setembro, nº 39, e tinha sido inaugurado em 23 de dezembro de 1928. O Ideal, em 1939, era divulgado com outro endereço: Parque Rio Branco.

Além do Mercado e do cinema, um dos equipamentos mais importantes a se instalar na praça foi o Restaurante Gracy, que passou a ser frequentado pela elite da cidade e por lá funcionou até os anos 70.

A proximidade do Mercado Público, aos poucos, foi impondo à praça utilização como área de expansão ou de apoio ao uso urbano dominante. Nos anos da década de 1960, suas calçadas passaram a ser ocupadas por vendedores de peças usadas de bicicletas e de revistas e gibis.

No começo era apenas uma lona estirada no chão, mas aos poucos as bancas foram montadas, até que, numa verdadeira invasão, a praça foi ocupada por ambulantes.

No início dos anos da década de  1970, barracas de madeira foram erguidas e a praça perdeu definitivamente sua função, passando a ser uma extensão do Mercado Público.

Área próxima ao Mercado Público de Maceió, que tinha sido construído recentemente. Neste local será instalada a Praça Emílio de Maya

Mercado Público de Maceió, que foi inaugurado junto com a Praça Emílio de Maya

 

 

 

 

 

 

 

Praça Emílio de Maya logo após a construção

Praça Emílio de Maya logo após a construção, com o Restaurante Gracy à direita

.

 

 

 

 

 

 

Praça Emílio de Maya logo após a construção

Praça Emílio de Maya e o Mercado Público de Maceió

 

 

 

 

 

 

 

Praça Emílio de Maya logo após a construção

Praça Emílio de Maya nos anos 40

 

 

 

 

 

 

Praça Emílio de Maya nos anos 40

Praça Emílio de Maya nos anos 40

 

9 Comments on Praça Emílio de Maya, a praça do Cine Ideal

  1. Antonio Ezequiel Cordeiro de Lima // 23 de maio de 2015 em 20:38 //

    As fotos me fazem sentir saudade de um tempo em que não vivi; a sensação de que enfeiaram nossa cidade, destruindo o que deveria ter sido preservado,sem interromper seu crescimento; ter a ideia do quanto o atraso,descaso administrativo, prejudicam nosso patrimônio físico e cultural.

  2. Vanessa B. Maya de Omena // 25 de maio de 2015 em 19:57 //

    Gostei muito de ver como era essa praça, que homenageia uma pessoa muito querida em nossa família. Uma pena que esses patrimônios do passado sejam destruídos e tão descaracterizados no presente. Parabéns por essa bela página da nossa história.

  3. Ehrlich Falcão // 15 de junho de 2015 em 23:31 //

    Tive o prazer de ver essa praça quando criança, em minhas idas ao Cine Ideal, nos dias de domingo pela manhã, bonita e bem cuidada. Lamentável o estado em que hoje se encontra, espaço público de lazer totalmente ocupado por ambulantes, com a complacência do poder público.

  4. Fernando Ferreira da Silva // 4 de agosto de 2015 em 17:20 //

    A sensação de felicidade e emoção é imensa ao ver estas belas imagens. Obrigado Ticianeli

  5. Tudo que foi belo e turístico foram destruídos pela ganância e arrogância de nossos políticos. Infelizmente o que se tem hj em dia é o abandono e o descaso do nosso governo, q fecham os olhos pra violência em nosso Estado e abrem o bolso com altos impostos n se importando com a segurança do povo. Maceió era pra ser uma das mais belas cidades turísticas do Nordeste, quem sabe a mais de todas da Região, mas devido a pobre cultura política q foi vinda de seus descendentes hj se encontra na mais triste e pobre cidade do nosso tempo.

  6. Umberto Melo // 17 de outubro de 2015 em 23:39 //

    QUANTA DIFERENÇA, MEU CARO. É DE DAR PENA. EU CHEGUEI A FREQUENTAR O BAR GRACY. LAMENTAVEL, SOB TODOS OS ASPECTOS. ABRAÇÃO ! ! !

  7. ManoelTenorio // 12 de dezembro de 2015 em 17:02 //

    Almocei com pai, varias vezes no Bar Gracy, a epoca, a proprietaria era Dona Iraci. Hoje o local nao lembra o passado glorioso, em nada. Infelizmente! Fico triste com tanta destruicao. Manoel Tenorio, l2.l2.l5

  8. Ferreira Macedo // 2 de setembro de 2017 em 02:41 //

    Não tem fotos do antigo cine ideal? Procurei bastante mas não encontrei. Aguardando resposta.

  9. Caro Ferreira, não conseguimos fotos antigas do Cine Ideal. Mas continuamos a procurar.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*