Guedes de Miranda

Guedes de Miranda discursa durante solenidade de posse do governador Silvestre Péricles, com a presença do governador de São Paulo Ademar de Barros

Antônio Guedes de Miranda foi jurista, político, jornalista, escritor, poeta e administrador.  Nasceu em Porto Calvo no dia 16 de maio de 1886. Filho do major da Guarda Nacional Manoel Jerônimo Guedes de Miranda e de Júlia Braga de Miranda, ambos de origem portuguesa.

Guedes de Miranda na Praça da Catedral recebendo o Fogo Sagrado da Pátria em comemoração à participação do Brasil na II Guerra Mundial

Guedes de Miranda na Praça da Catedral recebendo o Fogo Sagrado da Pátria em comemoração à participação do Brasil na II Guerra Mundial

Iniciou seus estudos escolares em Porto Calvo e os completou em Maceió. Em 1906 ingressou no curso de Direito da Faculdade do Recife e, ao concluí-lo em 1910, passou a morar em Maceió.

Teve participação importante na criação da Faculdade de Direito de Alagoas, onde ocupou o cargo de diretor.

Ocupou vários cargos públicos importantes em Alagoas. Interventor Federal, Vice-Governador, Procurador Geral do Estado, Secretário do Interior, Diretor do Liceu Alagoano e da Faculdade de Direito, advogado famoso. Foi um dos fundadores da Academia Alagoana de Letras e sócio do Instituto Histórico de Alagoas.

Solenidade oficial com o arcebispo Dom Ranulfo de Farias e o governador Silvestre Péricles

Solenidade oficial com o arcebispo Dom Ranulfo de Farias e o governador Silvestre Péricles

Como jornalista, esteve presente nas páginas do Jornal do Comércio, Diário do Povo, Jornal de Alagoas e do Diário de Alagoas. Neste último, foi o editorialista contundente durante o Governo Muniz Falcão.

De sua bibliografia constam títulos como Minha Fé no Direito, Elogio do Gênio e outros Discursos, Exaltação à Terra e a Sua Gente, Holandeses em Porto Calvo, Antes que Desça a Noite, Eu e o Tempo e O Direito e mais precioso do que a paz.

Faleceu no dia 1º de agosto de 1961, em sua residência no bairro do Farol. Seu corpo ficou até às 14 horas no salão da Faculdade de Direito, de onde saiu para ser enterrado em Porto Calvo às 17 horas.

Em uma solenidade em homenagem ao Marechal Deodoro

Em uma solenidade em homenagem ao Marechal Deodoro

Guedes de Miranda se notabilizou pela grande oratória

Guedes de Miranda se notabilizou pela grande oratória

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*